VIDEO

Álbum “Solstício”, de Fernando TRZ,
completa um ano do seu lançamento e
ganha video-clipe dirigido por ele mesmo

Em novembro de 2019 nascia o álbum de Fernando TRZ “Solstício” (Maion Records), álbum autoral gravado ao longo de dois anos pelo compositor, com colaboração e participação de diversos músicos e musicistas parceiros, gravado em diversos estúdios pelo interior e capital de São Paulo, e finalizado no Estúdio Mato Records, em Minas Gerais. O Álbum trazia em sua essência o conceito da relação da passagem do tempo, da memória e do espaço diante dos ciclos solares, além de muita influência da música do mundo e de seus diversos ritmos e culturas, fora a música brasileira e o jazz, que já traziam na bagagem.

 

Cruzando hemisférios - Através dos deslocamento entre hemisférios, entre verões e invernos, TRZ, ao lado da banda Liniker e os Caramelows, pode realizar três grandes turnês mundiais onde pode assimilar diversas influências culturais, nos grandes festivais de cultura e música espalhados pelo mundo, além do imenso universo cultural dos grandes centros, e também de lugares remotos. Um de seus objetivos, além de trabalhar como músico nos shows com a banda, era de ir ao encontro dessas urbanidades e da poesia intrínseca no cotidiano através do registro fotográfico, área de muito interesse, pois além de Músico também é Designer. Dessa forma toda essa vivência formou-se um platô estrutural, para nascerem as composições do álbum e também de suas visualidades que surgiram, que viriam a formar matéria prima para os video-clipes.


Resiliência durante a #quarentena - Chegado 2020 e com ele a Pandemia do Covid_19, aproveitou o momento de isolamento e se propôs a rever os lugares por onde passou em um exercício de decifrar as imagens filmadas e fotografadas durante as viagens, estudando esse banco de imagens e experimentando possibilidades em seu processo de edição, descobrindo possíveis roteiros e cenas que imergissem da música em um processo criativo simbiótico entre imagem e sons, onde todos esse lugares do mundo pudessem ser re-significados no processo de edição do filme. Durante a edição do filme TRZ convidou seu antigo amigo de Universidade, o jornalista e fotógrafo Rafael Lefcadito, para ilustrar algumas cenas do filme com poemas inspirados na música, que depois foram traduzidos em outras línguas, e por fim foram animados ganhando mais vida dentro das cenas.

Agora o álbum Solstício ganha esse novo clipe e aponta mais desdobramentos possíveis desse conceito de espaço-tempo e memória, e sobretudo, também nos faz celebrar a música e a amizade que tanto nos uniram nesse difícil ano de 2020, e traz, mesmo que de forma remota, a possibilidade de sonharmos novamente com essa liberdade de peregrinação entre culturas, com transeuntes de espaços diversos, nomadismo entre cidades, países continentes, hemisférios, enfim nossa liberdade de ir e vir e experimentar as diversidades e buscar a poesia de cada lugar.

Link Youtube

https://youtu.be/fLpLoqaB0_Y

Veja abaixo uma seleção de frames/cenas do Vídeo-clipe

Diferentes paisagens do mundo em um constante processo de re-combinação, assim define TRZ ao video-clipe de Solstício, e relembra a frase do poeta tropicalista Wally Salomão como inspiração para o video, 

"A memória é uma Ilha de Edição"